sábado, 5 de março de 2011

Um ato de amor

Não sei escrever cartas de amor
Não sei dizer eu te amo
O amor não se escreve nem se diz
Apenas palpita e se sente
Numa linguagem corporal intraduzível
Entendida,contudo
Por ser única para todos
Apenas sinto
Desespero e fico alegre
Mas definir...não sei
Prefiro que percepa
O meu corpo quente
Os meus olhos a deitar algumas lágrimas
Porém,não escreverei nem falarei
Pois tais atos me tem um tom de superficialidade
Então beijarei-te
E assim terás a mais bela poesia de amor.

Laís Correia
27/02/2011

2 comentários:

  1. Sim, sim: "O amor não se escreve nem se diz".

    O amor, ah o amor... tão... sem palavras que o definem...

    Adorei!

    ResponderExcluir